Cuidados com a Prancha




1. Quando não estiver em uso, procure manter sua prancha dentro de uma capa, essa capa não pode ficar exposta ao sol;

2. Fora da água, evite deixar sua prancha por muito tempo no sol, mesmo estando na capa. O sol e o calor excessivo (como por exemplo, deixar a prancha em cima do carro estacionado) , ocorre uma dilatação do ar internamente forçando a laminação para fora que podem ocasionar sérios danos em sua prancha como,  bolhas, delaminação, ou até mesmo regressão do bloco EPS. Se não tiver como deixar na sombra, deixe a prancha fora da capa e cubra com a mesma ou com areia.

3. Nunca deixe a prancha dentro do carro fechado no sol, pelos mesmos motivos citados acima.

4. Quando sair do mar lave bem a prancha e o leash (cordinha) com água corrente e deixe secar a sombra (lembre-se do item 02);

5. Quem usa parafina deve sempre verificar se ela não esta muito suja ou escurecida, pois isso pode causar manchas na fibra.

6. Quando sua prancha tiver alguma fissura ou quebrado (tecos em geral) tire imediatamente da água e feche o buraco com resina epóxi (nunca use resina poliéster ou cola super bonder, pois podem derreter o bloco de EPS), ou de preferência leve para o conserto o mais rápido possível; É sempre bom inspecionar a prancha antes e depois de cada uso para procurar eventuais avarias. Se entrar água na prancha, além de aumentar de peso devido a infiltração, podem ocorrer também danos ao bloco.

7. Quando colocar sua prancha no chão, deixe-a com as quilhas para cima evitando danos no fundo e nas quilhas. O fundo da prancha muitas vezes leva menos camadas de fibra na laminação o que torna essa parte da prancha mais frágil.

8. Quando estiver surfando ou entrando no mar, evite locais rasos como bancos de areia aonde a ondas quebram com mais força. Evite também surfar o quebra-coco (aquela onda que quebra na beirinha). A prancha de SUP é muito grande e pode embicar com facilidade o que pode causar desde pequenas avarias até a quebra da prancha ao meio.

9. Respeite seus limites. Não entre no mar , lago , represa ou em qualquer corpo d’água, quando não estiver seguro de que pode controlar a situação. Em situações de mar com ondas maiores é preciso redobrar a atenção para não se machucar e não machucar outras pessoas.

10. Respeite os surfistas de pranchinha. Lembre-se que a prancha de SUP pode entrar na onda com muito mais facilidade, mas isso não te dá o direito de pegar “todas” as ondas do dia.

11. Respeite o line up. Existe sempre uma ordem de prioridade. Se tiver alguma dúvida sobre as regras de prioridade e o comportamento correto no pico, procure orientação e não tente surfar junto à outras pessoas.

Vida Saudável sempre !

Mahalo !

Boas ondas